GEPE - Grupos de Entreajuda na Procura de Emprego

  • Registe-se!
    *
    *
    *
    *
    *
    Fields marked with an asterisk (*) are required.

IPAVpromotor60 02Câmara Municipal de Lisboa

Como escrever o curriculo: Dicas úteis

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Curriculos

Muitas vezes referimos a importância de saber utilizar as palavras a nosso favor. Chegou o momento de nos focarmos nas palavras que não devem ser utilizadas no currículo.


Confira aqui quais os termos a evitar e elimine-os já do seu currículo!
•  Abreviaturas - As abreviaturas devem ser evitadas, mesmo quando parecem ser do conhecimento geral ou específicas da área em que trabalha.
•  Pronomes pessoais - O abuso dos pronomes na primeira pessoa, como eu e meu, são desnecessários e a evitar. Utilize frases como "Estive responsável" ao invés de "Eu estive responsável”.
•  Palavras com carga negativa - Agressivo, mau, limitação, erro, nada, pânico, problema...
•  “Sempre” ou “Nunca” - Num contexto relacionado com experiência ou competências profissionais advérbios absolutos sugerem exagero.
•  “Bengalas” de linguagem - “Assim como”, “De forma que...”, “É assim” ou outras palavras desnecessárias que servem apenas para ocupar espaço.
•  Palavras que não conhece bem e/ou não sabe definir - Lembre-se que a qualquer momento, poderá ser confrontado com o que coloca no seu currículo e convém saber o que significam.
•  Clichés – Termos como dinâmico, responsável, criativo, perderam a sua relevância por serem repetidos até à exaustão. Descubra quando e como aplicá-los e associe-os a competências e funções efectivas.
•  Frases longas - Nunca utilize frases com mais de 15/18 palavras, para que o leitor não perca a concentração.
•  Erros ortográficos e gramaticais – Sem dúvida, o factor mais negativo de um currículo, se não for reflexo de dificuldades de expressão escrita revelam, no mínimo, falta de atenção e cuidado. Hoje com os correctores ortográficos dos softwares de escrita a escrita está muito facilitada.
•  Verbos Passivos - O seu currículo deve transmitir a ideia de acção. Os verbos são uma forma de passar esta mensagem, usando sempre formas activas, recorrendo o mais possível ao tempo presente. “Os projectos foram implementados” não tem o mesmo impacto de “Implementei projectos...”
•  Falar de objectivos sem falar de conquistas: Limitar-se a referir as tarefas inerentes à sua função e os objectivos traçados, sem falar das suas realizações e do que conseguiu alcançar, pode comprometer o sucesso do seu currículo.

 
Manual_do_Animador