GEPE - Grupos de Entreajuda na Procura de Emprego

  • Registe-se!
    *
    *
    *
    *
    *
    Fields marked with an asterisk (*) are required.

IPAVpromotor60 02Câmara Municipal de Lisboa

"Tudo depende da atitude que temos."

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Brenda Xisto

Tudo depende da atitude que temos.
É verdade. Mas para quem não teve o dom de crescer com um optimismo inabalável, esta verdade, tão simples, é muito difícil de encarnar quando nem tudo corre bem.
Quando o desemprego chega – e pior, quando se prolonga – temos de conseguir olhar-nos ao espelho e ver o que vê quem mais gosta de nós: uma pessoa capaz, que merece e que consegue seguir em frente. Temos de passar por cima de tudo aquilo que julgamos que nos trava, seja a idade, a experiência, a formação ou qualquer outra falha ou preconceito. Digo “temos” porque sei que é aquilo que desejo aos outros e sei que foi aquilo que pensei e desejei aos participantes do Projecto GEPE que conheci. Sei que são capazes disso e de muito mais.

 


No tempo que integrei a equipa de Coordenação do Projecto GEPE aprendi a trabalhar, aprendi o que é uma equipa, e aprendi o que é fazer algo pelos outros, sem ilusões ou presunções. Acredito que me vou fazendo melhor, mais sábia e mais forte com o exemplo das outras pessoas – familiares, amigas, conhecidas e desconhecidas – e foi com um misto de esperança, medo, coragem e frustração, face à realidade que vivemos, que falei àqueles que quiseram saber mais sobre o Projecto e integrar os Grupos.
Esses sentimentos de esperança e de receio pertenceram tanto a mim quanto aos participantes de GEPE que conheci. O desemprego, como tantas outras situações com que nos podemos deparar na vida, assusta e queremos vê-lo pelas costas. O Projecto GEPE, tal como eu o vejo e vivo, dá-nos força para enfrentar o desconhecido graças às relações de confiança, de motivação e, por vezes, de cumplicidade que podemos criar no interior de cada Grupo. Desistir não é uma opção.
Importa ainda dizer uma última palavra sobre os animadores voluntários do Projecto GEPE, que tive o prazer de conhecer no decurso do meu trabalho: o seu empenho para com esta ideia e o carinho na relação com os participantes dos seus Grupos foram realidades a que tive a felicidade de assistir e que renovam a alma a qualquer pessoa. Sinto o mesmo em relação à equipa da Coordenação do Projecto GEPE, que também a mim me deu uma oportunidade de aprender e de contribuir e de o fazer entre amigos.
A todos desejo o melhor!

Brenda Xisto

(Secretariado GEPE - Janeiro de 2013 a Junho de 2014
Animadora do GEPE Mouraria)